06 novembro 2011

Tentar seguir em frente.

eu sei que tá doendo,mas levanta essa cabeça e limpa esse rímel borrado. Toma um banho (sem chorar embaixo do chuveiro). Escolhe uma roupa bem bonita e veste. Corretivo, base, pó, blush, delineador e rímel. Agora põe um salto, pega o dinheiro e o celular. Avisa que não tem hora pra voltar. É sábado à noite e você vai pra balada, essa em que ele com certeza vai estar. Chega, entra, pede uma bebida, dança, se solta e arrasa, mas você não precisa ficar com ninguém e nem deve, então dispensa esse cara aí, esse também, e aquele outro. Ele acabou de te ver, e com certeza virá atrás de você, olha lá ele tá vindo. Dança, sorri, sorri muito, mesmo que esteja doendo, finja estar tudo bem. Ele chegou, olha, finge indiferença e dê um sorriso falso. Ele vai tentar te beijar, mais não, não beija, não, não, não beija. Isso mesmo, foi difícil né? eu sei. Dê um último sorriso e deixe ele aí, pensando porque você está sorrindo. E você? vai curtir a festa e continuar a sua vida. Ainda tem muitos caras por aí, e ele foi apenas mais um.