29 agosto 2011


Não sou daquelas garotas que medem palavras antes de falar, não sou daquelas menininhas que morrem de vergonha de falar palavrão. Falo palavrão mesmo, e foda-se o que você pensar. Bebo quando tenho vontade, e faço o que quero. Então, o que você falar, desculpe, não me importa nem um pouco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário